, , ,

“A série não é sobre os namorados de Rory”, desabafa criadora

Um dos principais assuntos que ouvimos desde que a volta de Gilmore Girls foi anunciada pela Netflix é: “Com quem Rory deve ficar: Dean, Jess ou Logan?”. É uma pergunta que divide fãs em todo o mundo e que provoca discussões sérias em fóruns de discussões e grupos de WhatsApp. Mas você já parou para se perguntar se isso é realmente o que mais importa na vida de Rory? Pelo menos é o que acha a criadora da série, Amy Sherman-Palladino.

Warner Bros. Television
Warner Bros. Television

“A série sempre foi sobre uma garota inteligente e ambiciosa e sua família, não sobre as perspectivas da vida amorosa de Rory”, disse Palladino em entrevista para a Time. Ela continua, ao dizer que a vida amorosa de Rory é apenas a ponta do iceberg que é sua vida: “É um pedacinho do que Rory é. Rory não passa a vida pensando ‘Com quem eu vou acabar ficando?’. Ela está mais preocupada em ‘Como irei conseguirei uma entrevista no New York Times?’. É algo natural: as pessoas amam romance. Romance faz parte de toda série no ar, incluindo Família Soprano ou Breaking Bad.”

Amy acredita que, apesar de a maioria dos fãs focarem apenas nisso, ela entende o entusiamo deles. “Eu não desdenho da animação das pessoas a respeito de Jess e Dean”, diz fazendo uma ressalva: “Mas eles estavam ali para mostrar a evolução de Rory como personagem. Ela escolheu determinados garotos para si dependendo de quem ela era naquele momento. Fez parte de sua personagem. Fez parte de seu desenvolvimento Dean ser seu primeiro namorado; e fez parte Jess ser o responsável por desviar sua atenção. E aí ela acabou com Logan e só Deus sabe por onde ela esteve desde então”.

2x13 - "A-Tisket, A-Tasket" / Warner Bros. Television
2×13 – “A-Tisket, A-Tasket” / Warner Bros. Television

“Não vejo as pessoas discutindo: ‘Para qual jornal Rory está trabalhando?, ‘Ela já ganhou um Pulitzer?”

Além disso, Sherman-Palladino falou da importância dos personagens para o desenvolvimento da trama, mas revela não entender a fissura das pessoas em priorizarem isso: “Às vezes eu queria que o lance de Dean e Jess não fosse tão proeminente porque no grande esquema da vida de Rory, quem era seu namorado quando ela tinha 16 anos é um evento minúsculo. O fato das pessoas focarem nisso — eu não sei. Tenho muita afeição pelos três garotos como atores e como pessoas. Eles foram necessários para a série e, francamente, eles sempre estiveram ali para alimentarem algumas histórias sobre Lorelai e Rory”, detalhou ela, acrescentando também que o relacionamento entre as garotas Gilmore era a base da série. “Esse era o cerne de tudo. Os relacionamentos de Lorelai, os relacionamentos de Rory, eram um jeito de explorarmos o relacionamento mãe-e-filha”, disse Amy.

Por fim, ela acha que o fato de as pessoas os adorarem e estarem animadas é algo maravilhoso, mas faz questão de enfatizar novamente que “é apenas uma parte tão pequena do que Rory é”. E finaliza com a seguinte fala: “Não vejo as pessoas discutindo: ‘Para qual jornal Rory está trabalhando?, ‘Ela já ganhou um Pulitzer?’. É apenas sobre Dean e Jess. Dean tinha 16 anos quando eles namoraram. Todo mundo deveria voltar e pensar sobre seus namorados aos 16 anos e, então, reavaliar qual deveria ser o foco da conversa”.

E você, o que acha disso tudo? Concorda com Amy Sherman-Palladino ou acha que os namorados de Rory são tão importantes para a história quanto o relacionamento entre mãe e filha? Deixe sua resposta nos comentários.

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Escrito por Guto Júnior

Melhor amigo da televisão, é viciado em arte, tecnologia, design, livros e muitas outras coisas. Sua maior vitória em vida foi receber um tweet de aniversário da Lauren Graham em pessoa. É daltônico e odeia café que nem a Alexis Bledel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

David Sutcliffe revela: “Sempre fui Team Luke”

Scott Patterson dá pistas no Twitter de que virá ao Brasil