CLICK HERE TO READ THIS ARTICLE IN ENGLISH

Grande parte do universo de Gilmore Girls foi inspirado na vida pessoal da criadora, Amy Sherman-Palladino. Desde o nome da série, que vem do banco onde ela e Daniel Palladino eram clientes, passando pelos inúmeros empregos do Kirk (Sean Gunn), que tiveram como inspiração a história do seu pai e até a personagem Lane Kim (Keiko Agena), livremente baseada em sua melhor amiga, a produtora da série, Helen Pai.

Na ficção, Lane é viciada em música e esconde a vida “profana” de sua religiosa mãe, a adventista do sétimo dia, Sra. Kim. Na terceira temporada ela acaba conhecendo Dave Rygalski (Adam Brody), candidato a integrar sua banda, Hep Alien, que é um anagrama do nome de Helen Pai. Os dois acabam se envolvendo e enfrentando os obstáculos do namoro até Dave ter que deixar a série – o ator foi escalado para viver Seth Cohen em The OC.

Na vida real, apesar de várias similaridades, a história foi um pouco diferente e teve um final feliz que já dura 20 anos: Helen e Dave Rygalski se conheceram, namoraram e estão juntos até hoje. Nós conversamos com o roteirista e músico David Rygalski, que em Gilmore Girls tocava as músicas do Hep Alien por trás das câmeras enquanto a banda fictícia apenas fingia tocar, e ele respondeu algumas perguntas enviadas pelos fãs em nosso grupo do Facebook.

Arquivo Pessoal / David Rygalski

Como você e Helen se conheceram e há quanto tempo estão casados?
Helen e eu estamos completando 20 anos de casados hoje, 5 de novembro. Conheci Helen quando ela trabalhava em Married With Children. Um roteirista amigo meu, o qual conheci quando trabalhei no Late Night with David Letterman também trabalhou em Married With Children e nos apresentou. Éramos apenas amigos e fomos em vários shows juntos por 3 anos antes de começarmos a namorar.

5 de novembro? Tem algo a ver com a data do casamento de Lorelai e Luke?
Uau! Eu não sabia que o aniversário de casamento deles era na mesma data do nosso. Isso tem que ser uma coincidência.

Como é a sua relação com Amy e Dan?
Amy e Dan são as pessoas mais incríveis, amáveis e generosas. Odiamos o fato de eles morarem em Nova Iorque agora e de não podermos passar um tempo juntos como fazíamos.

E com Keiko Agena e Adam Brody?
Vemos a Keiko de vez em quando. A última vez foi nas filmagens do revival. Não vejo o Adam Brody desde sua aparição no The Tonight Show com o Jay Leno para promover The OC. Eu o visitei no camarim e o agradeci por ele ser a imagem que aparece no Google quando alguém busca pelo meu nome.

Warner Bros. Television

Você foi persistente com a Helen assim como o Dave foi com a Lane na série?
Quando nos conhecemos, a princípio como amigos, eu ligava para ela e tentava marcar algo. Fui ver a banda de um amigo tocar e coincidentemente ela estava lá para ver a banda de seu namorado. Eu não sabia que ela tinha namorado. Três anos depois vimos [o show de] uma banda que não consigo lembrar o nome e depois fomos comer algo. Ambos mencionamos que havíamos terminado nossos relacionamentos e aquela foi a noite do nosso primeiro beijo.

A Sra. Pai (mãe da Helen) é uma cópia da Sra. Kim ou a Amy inventou o personagem somente para a série?
A mãe da Helen acabou de fazer 88 anos! E ela é a mulher mais pacífica, meiga e doce que conheço. A Sra. Kim da Amy foi inteiramente criada pela Amy.

Você leu a Bíblia inteira em uma noite para impressionar a mãe da Helen ou foi mais uma das invenções da Amy?
Eu não li a Bíblia em uma noite, embora a história seja parecida. Na primeira vez em que conheci os pais da Helen fui questionado por seu pai sobre minhas crenças religiosas. Helen e eu aprendemos uma música para tocarmos em um culto com a família numa casa de repouso da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Qual a lembrança mais marcante da sua época na série?
As melhores horas para mim eram aprender as músicas com os atores do Hep Alien. Sebastian Bach é maravilhoso de ser estar por perto, e Jon [Cabrera], Todd [Lowe] e Keiko [Agena] não tinham como ser mais legais. Ensaiamos bastante para um show de verdade do Hep Alien no ATX TV Festival em 2015, em Austin, no Texas. Aquela é minha lembrança favorita de todas. O alvoroço dos fãs foi o mais próximo que pude chegar de me sentir como os Beatles.

Dave Rygalski (direita) em Gilmore Girls no episódio “Partings” (T6E22) ao lado de Brian Zydiak (esquerda) e Daniel Palladino (meio), na banda fictícia The Thumbless Troubadours.

Quais suas impressões do Dave Rygalski criado pela Amy?
Amy foi esperta em escalar um ator bonito e amável, duas características que também possuo! Queria que ele tivesse ficado mais um tempo, mas The OC o chamou.

Quando Adam deixou a série você ficou chateado? Ele e Lane não ficariam mais juntos assim como você e Helen ficaram na vida real…
Não fiquei chateado, fiquei feliz pelo sucesso do Adam.

Você e Helen tocam algum instrumento e qual a relação de vocês com a música? 
Helen toca piano mas não com frequência e clarinete. Gravamos uma música de Natal que eu escrevi há 20 anos. Eu não sei cantar, apenas grito.

Como na série, você também tem uma banda?
Estive em algumas bandas. A última foi North Green (disponível no Spotify). Helen conseguiu inserir algumas músicas na trilha sonora de algumas cenas de Gilmore Girls.

Como você imagina o enredo da Lane no revival se ela e Dave ainda estivessem juntos?
Como o de uma banda fazendo um tributo ao The White Stripes, com trampo fixo em um cassino de Las Vegas.

Você e Helen gostaram do desfecho que Lane teve ou também ficaram desapontados como os fãs?
A história da Lane foi uma jornada e tanto! Somos muito felizes por ela fazer parte da nossa vida.

Reprodução / Instagram: @keikoagena

O que Helen e Lane têm em comum?
A única coisa que as duas têm em comum é que elas são adoráveis, lindas, um coração enorme e amantes de boa música.

Deixe uma mensagem para os fãs brasileiros.
É realmente incrível que Gilmore Girls é a queridinha dos fãs no Brasil. Faz o mundo parecer uma cidadezinha. Talvez em Connecticut. Espero que Gilmore Girls atravesse gerações nas famílias brasileiras assim como é nos Estados Unidos. Produção, toca “(What’s So Funny ‘Bout) Peace, Love and Understanding?” do Elvis Costello!

 

Gostou desse artigo? Então leia outras notícias aqui. Siga, também, o #GGBR no Instagram, Twitter, curta nossa página no Facebook, ouça nossas playlists no Spotify, duble suas cenas favoritas em nosso TikTok e inscreva-se no nosso canal do YouTube.