1º de abril: Revival de Gilmore Girls é adiado para 2017

“Queremos dar o melhor aos fãs", justifica o CEO da Netflix, Reed Hastings.

2
162
Warner Bros. Television / Scott Humbert
Warner Bros. Television / Scott Humbert

Uma bomba foi jogada em nossas mãos esta manhã. A Netflix divulgou em nota oficial que o revival de Gilmore Girls foi adiado para o segundo semestre de 2017. O motivo é o acordo contratual de vários atores, que estão atualmente em outros projetos e que não conseguiram encaixar suas agendas com as filmagens, como havíamos antecipado aqui. Quem assina o comunicado é o próprio CEO do serviço de streaming, Reed Hastings.“Queremos dar o melhor aos fãs e, em conversa com o estúdio [Warner Bros.] e os produtores [a criadora da série Amy Sherman e seu marido, Daniel Palladino], chegamos à conclusão de que seria melhor adiar o projeto até que todos estivessem disponíveis, incluindo Melissa McCarthy, que nos confirmou estar disponível somente ano que vem”, diz o comunicado. Hastings ainda completa: “Sentimos muito por tudo isso estar acontecendo, já que os fãs aguardam por esse momento há quase 10 anos, mas não há nada que possa ser feito”.

Outro motivo que dificultou a estreia da série ainda este ano é o fato de que nem todas as cenas externas foram feitas ainda e a cidade cenográfica de Stars Hollow precisa ser “devolvida” para a produção de Pretty Little Liars, já que ambas as séries utilizam o mesmo set.

Até o momento, nenhum dos atores se manifestou em suas redes sociais sobre o assunto, e nenhum pronunciamento oficial por parte de Amy Sherman-Palladino foi feito. Talvez pelo fato de hoje ser 1º de abril e tudo isso ser apenas uma brincadeira para mexer com os pobres corações de vocês, que sofrem todos os dias com a chegada do revival. Não fiquem bravos conosco, Gilmore Girls vai acontecer sim ainda este ano!

playbuzz.com
playbuzz.com
Leia outras notícias aqui. Siga, também, o #GGBR no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook, ouça nossas playlists no Spotify e se inscreva no nosso canal no YouTube.