, , , ,

Pós-revival: Criadora fala sobre o futuro da série

Atenção: Esta matéria contém spoilers dos quatro episódios de Gilmore Girls: Um Ano para Recordar!

Reprodução / Netflix
Reprodução / Netflix

Se você é fã de Gilmore Girls, provavelmente já assistiu (e reassistiu) aos quatro episódios de Um Ano para Recordar e está com a cabeça cheia de perguntas. Perguntas sobre as quatro palavras finais. Perguntas sobre o pai do filho da Rory. Perguntas sobre aquela carta misteriosa que Emily recebeu. Perguntas sobre a possibilidade de um segundo revival.

Então pode se acalmar, porque Michael Ausiello, do TVLine, entrevistou a criadora, roteirista e diretora de Gilmore Girls Amy Sherman-Palladino e conseguiu muitas respostas para nós. Confira abaixo:

TVLINE | O plano original era Rory engravidar logo após a faculdade?
Sim, mais ou menos aos 22 anos.

TVLINE | Que é bem diferente de engravidar aos 32. Primeiro, vamos falar do plano original, que era Rory ser mãe solteira muito mais jovem.
Eu sempre quis que a história terminasse no estilo “a vida se repete”. A filha seguindo os passos da mãe. Eu sempre achei que seria um caminho interessante a seguir, com essas mulheres que são tão ligadas e que tomam algumas decisões de forma diferente, mas que se encontram muitas vezes na mesma situação. Porque elas não são como mãe e filha normais. Eu não a teria feito engravidar na adolescência. Mas achei que depois da faculdade e antes dela embarcar na vida, faria sentido isso acontecer.
A propósito, Rory não precisa ficar com o bebê. Ela tem escolhas a fazer. E admito que, estranhamente, estou gostando mais disso agora. Ainda acho que seria legal ter feito na 7ª temporada. Ainda assim eu teria ouvido os fãs berrando na janela. Mas parece que Rory ter a mesma idade que Lorelai tinha no piloto tem muito mais simetria e significado.

TVLINE | Então você não quis terminar num cliffhanger de propósito?
Não. A questão é que a vida dessas mulheres continua. E muda. Eu gosto que terminamos com Emily tranquila e estável. Lorelai, por enquanto, está tranquila e estável. E Rory está “P… que pariu. Que m…!” Isso é mais real do que as três terem finais felizes e embrulharmos com um laço e todos voltarem para casa com um unicórnio.

TVLINE | Felizmente, a 7ª temporada não arruinou seus planos.
Verdade. Quando Dan e eu começamos a pensar nessas histórias, não sabíamos como a 7ª temporada havia terminado. Então não sabíamos se eles tinham feito algo parecido. Rory poderia ter suspeitado de uma gravidez na 7ª temporada. Eles fizeram a Lane engravidar, que foi a única coisa que me desapontou.

Reprodução / Warner Bros. Television
Reprodução / Warner Bros. Television

TVLINE | Há alguns meses, você disse que os roteiristas da 7ª temporada atrapalharam um de seus planos para o revival. Foi a gravidez da Lane?
Sim, foi isso. Não estou dizendo que foi mal feito, mas eu preferia que Lane não tivesse filhos, porque teríamos mais opções. Lane e Zack terem filhos meio que os obriga a viver em Stars Hollow. Isso mudou um pouco as coisas. Eles ainda são roqueiros. Eles ainda são pais legais. Mas a situação da Rory eles deixaram livre para mim, o que me deixou muito feliz. Estou muito satisfeita com o final.

TVLINE | Não é surpresa que o final deixou os fãs querendo mais.
Não. O segredo é sempre deixá-los querendo mais. Você nunca quer que alguém termine de ver algo em que você trabalhou tanto e diga: “Ok, posso seguir em frente”.

TVLINE | Então, falando nisso, o que é preciso para haver outro revival?
Ninguém está falando disso no momento. Estamos muito cansados. Tenho que terminar um piloto da Amazon (The Marvelous Mrs. Maisel), do qual estou muito orgulhosa. Dan e eu estivemos nesse casulo Gilmore durante um ano e meio. Foi muito intenso. Então estamos recuando agora. Estamos felizes por ter estreado. Estamos felizes por poder falar disso.

TVLINE | Mas você não descarta a hipótese.
Eu não descarto nada da minha vida. Quando as pessoas falavam de um filme de Gilmore Girls (depois que a série acabou), eu pensava: “Não vai acontecer”. Mas eu não iria dizer não. Afinal… por que dizer não para algo?

TVLINE | Pelo menos passou pela sua cabeça o que pode acontecer em seguida na história?
Não. De forma alguma. As pessoas me perguntam: “O que Rory está escrevendo no livro?” E eu respondo: “Eu não faço ideia do que diabos ela está escrevendo no livro” (Risos).

Reprodução / Netflix
Reprodução / Netflix

TVLINE | Você sabe quem é o pai do bebê da Rory?
Sim. E eu nem estou tentando manter segredo. Muito se fala em Team Jess, Team Dean e Team Logan, mas Rory é muito mais do que seus namorados. Eles são maravilhosos e nós tivemos três ótimos atores. Mas os rapazes estavam lá para apoiar Rory em certo momento de sua vida. Romance é bom. Eu entendo. Mas eu sinto que muitas pessoas não prestam atenção na Rory porque o foco estava mais no romance. E eu não queria que esse momento fosse sobre um rapaz. O momento é sobre “Estou passando por isso em minha vida agora”. É um momento tenso para Rory. Sua conversa com Lorelai será algo do tipo: “O que eu faço? Por onde começo?”. Então não estou sendo misteriosa. Só quero manter o foco no que é importante para a história. Não é sobre o rapaz. É sobre ela.

TVLINE | Ok, última pergunta sobre o rapaz: Podemos descartar o Paul?
Acho que você não pode descartar ninguém. Acho que há fortes indícios. Mas você não deveria descartar ninguém.

TVLINE | Só mais algumas perguntas: Finalmente conhecemos o Sr. Kim. Por quê?
Simplesmente achamos que seria engraçado. Ele esteve ali o tempo todo e ninguém percebeu.

Reprodução / Netflix
Reprodução / Netflix

TVLINE | Emily não estava no casamento improvisado de Lorelai e Luke. Mas ela estará no real, certo?
Sim.

TVLINE | O arco de Logan e Rory é intencionalmente um paralelo de Cristopher e Lorelai?
Sim.

TVLINE | Como Rory conseguiu pagar todas aquelas viagens aéreas?
A maioria são pontos. Quando você viaja muito, você ganha pontos. Ela está viajando na classe econômica. Nós não focamos muito em dinheiro porque, para ser sincera, ninguém deve achar que Rory está passando fome. Tem a Emily, a Lorelai, o Logan… tantas pessoas que fariam de tudo para que ela não ficasse desamparada.

TVLINE | Quem enviou aquela terrível carta para Emily?
Não foi a Lorelai.

TVLINE | É um grande mistério que você deixou solto no ar.
É um grande mistério, mas você conhece a Emily. Há muitas pessoas que poderiam ter enviado uma carta maldosa para Emily. Pode ter sido uma ex-empregada, um vizinho, alguma rejeitada no DAR. Mas não foi Lorelai.

Reprodução / Netflix
Reprodução / Netflix

E você? O que achou das declarações de Amy? Conte pra gente nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

O que você achou?

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Inverno

Chefão da Netflix fala da possibilidade de outra temporada