Durante uma entrevista no mês passado com um pequeno grupo de repórteres na coletiva de imprensa da Television Critics Association, a criadora de Gilmore Girls Amy Sherman-Palladino mencionou que não assistiu à sétima e última temporada da série – também conhecida como a temporada que foi ao ar após ela e seu marido/produtor executivo Daniel Palladino encerrarem contrato com a CW.

Netflix
Netflix

Porém, segundo o TVLine, Amy afirmou que pediu a amigos que viram a temporada para opinar sobre suas ideias para o revival que ela estava escrevendo.

“Eu liguei para eles e perguntei: ‘Estamos pensando em fazer isso. O que atrapalha?'”, contou a criadora, confirmando com alívio que nenhum evento da sétima temporada afetou os “grandes acontecimentos” que ela queria explorar na continuação da Netflix.

Exceto…

“Tem uma coisa”, revelou Amy. “Não vou dizer o que é… Foi a única coisa que me fez pensar: ‘Ah, eu vou seguir um rumo diferente.'”

Ela se recusou a dizer mais sobre essa “coisa”, mas deixou claro que não iria ignorar a temporada da qual não participou. “Nada contra a sétima temporada”, complementou. “Mas qualquer escritor que estivesse emocionalmente ligado a algo e fosse retirado disso de repente acharia muito difícil retornar àquele mundo e não querer cortar os pulsos e morrer lentamente numa piscina ou ficar irritado ou ficar enciumado.”

Agora, obviamente, estamos morrendo de curiosidade para saber a qual acontecimento da 7ª temporada Amy estava se referindo. E você? O que acha?

Leia outras notícias aqui. Siga, também, o #GGBR no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook, ouça nossas playlists no Spotify e se inscreva no nosso canal no YouTube.