, , ,

Uma olhada nas críticas do revival (sem spoilers)

Saeed Adyani / Netflix
Saeed Adyani / Netflix

Gilmore Girls: Um Ano para Recordar estreia em 7 dias na Netflix do mundo inteiro, mas a mídia já assistiu aos quatro episódios de 90 minutos cada e publicou suas críticas ao longo desta semana. Como muitos fãs têm curiosidade de saber o que estão dizendo sobre o revival, mas não querem que estraguem nenhuma surpresa, fizemos um resumo de algumas sem spoilers. Confira abaixo:

Michael Ausiello, que é muito fã de Gilmore Girls, disse que o revival é tudo o que ele queria e muito mais, com uma conclusão satisfatória. Ele menciona que há participações secretas e que Lauren Graham entrega a performance de sua carreira. Quem se interessar pela crítica completa, nós traduzimos aqui.

Dave Nemetz diz que é “como você se lembra e exatamente do que você precisa”. Além disso, elogia a perfomance de Lauren Graham e, especialmente, Kelly Bishop, e que será um crime se o Emmy não reconhecer isso dessa vez.

A revista Elle diz que o revival é cheio de “mágoas, risadas e surpresas”, mas a crítica conta mais spoilers do que o necessário. Cuidado.

A EW diz que Um Ano para Recordar é “uma dose bem-vinda de escapismo humano e hilário”, que conta “uma história sobre luto e mudança, desapego e ansiedade”, mas também entra muito em detalhes sobre cada episódio.

O Hollywood Reporter critica o excesso de aparições-relâmpago, por querer colocar todos os personagens da série no pouco espaço de tempo, mas elogia a química de Lauren Graham, Alexis Bledel e Kelly Bishop na tela.

Variety diz que o revival conforta e voltou “no seu melhor”, embora haja sub-enredos mais longos do que o necessário. Mais elogios a Lauren Graham e Kelly Bishop.

Uproot diz que o revival é “uma bagunça, mas no bom sentido”. A crítica pega no pé de coisas pequenas, mas no geral é positiva.

The Washington Post diz que Um Ano para Recordar não é perfeito, mas mesmo assim vamos amá-lo. Eles afirmam que maratonar o revival pode ampliar os traços negativos do caráter de personagens que amamos. Segundo eles, esses traços sempre existiram, mas ficam mais evidentes quando assistimos por 6 horas.

Vulture diz que o revival é bom, “pelo menos em alguns momentos”, mas questiona por que não houve uma mudança maior para os personagens. Para a colunista, essa mesmice é, ao mesmo tempo, fofa e confusa.

E! aconselha que prestemos atenção em Lauren Graham e Kelly Bishop “lidando com os arcos emocionais e substanciais da série com facilidade” e torce para que voltemos a Stars Hollow em breve.

E aí? As críticas te animaram ou não? Quais suas expectativas para Um Ano para Recordar?

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Escrito por Evandro Marra

Assim como Lorelai, é formado em Administração, viciado em café e amante de junk food. Não gosta nem um pouco de esportes, canela ou acordar cedo, mas adora começar um livro novo, maratonar séries e descobrir mais um filme favorito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

Elenco de Gilmore Girls é capa da nova edição da EW

Segundo trailer de “Um Ano para Recordar” já está entre nós