Reportagem: Danielle Nussbaum
Tradução: Guto Júnior e Evandro Marra

Lauren Graham e Alexis Bledel fotografadas no set de Gilmore Girls em Burbank, CA no domingo, 13/03/16. Foto por Chris Craymer Figurino: Brenda Maben; Assistente de figurino: Briana Heavener; Cabelo da Alexis: Bridget Brager/Bumble and Bumble/The Wall Group; Maquiagem: Kelsey Deenihan/mark./The Wall Group; Cabelo da Lauren: David Babaii/ghd Tools; Maquiagem: Angela Levin/TRACEY MATTINGLY; Produção: Allison Elioff/Sunny 16 Productions
Lauren Graham e Alexis Bledel fotografadas no set de Gilmore Girls em Burbank, CA no domingo, 13/03/16.
Foto por Chris Craymer
Figurino: Brenda Maben; Assistente de figurino: Briana Heavener; Cabelo da Alexis: Bridget Brager/Bumble and Bumble/The Wall Group; Maquiagem: Kelsey Deenihan/mark./The Wall Group; Cabelo da Lauren: David Babaii/ghd Tools; Maquiagem: Angela Levin/TRACEY MATTINGLY; Produção: Allison Elioff/Sunny 16 Productions

Inverno, Primavera, Verão ou Outono, tudo o que você precisa fazer é… esperar nove anos — e a Netflix estará lá para trazer a você um revival de quatro episódios da clássica dramédia cult, dirigida pela criadora Amy Sherman-Palladino. Gilmore Girls, ainda sedentamente maratonada, nos deu um lar na cidadezinha peculiar de Stars Hollow, roubando nossos corações com referências à cultura pop e os momentos mãe-e-filha cativantes do relacionamento entre Lorelai e Rory Gilmore. Superfãs, vocês podem contar com a amizade de Lauren Graham e Alexis Bledel, que nos deixaram entrar no coreto secreto para falarmos sobre inaugurar uma nova era de adoração às Gilmore.

Qual foi a sensação quando você recebeu o primeiro roteiro?
ALEXIS Li os três primeiros em apenas uma sentada. Foi tão fácil entrar no clima e cair de cabeça no trabalho. O que é ótimo — já que precisei ir no dia seguinte.
LAUREN Parte do que era surreal foi que não tivemos muito tempo para ficarmos ansiosos com isso e nos prepararmos. Nós quisemos isso um instante, mas a quantidade de tempo em que se tornou realidade foi realmente muito curta.

Amy ou seu marido, o diretor Dan Palladino, pediram para que você assistisse algum episódio antigo para se preparar?
LAUREN Não. Acho que eles deram uma olhada na sétima temporada ou talvez no mínimo tiveram pessoas que contaram a eles o que aconteceu [Amy e Dan abandonaram a série antes da última temporada por conta de uma disputa contratual]. Eu sei que Amy ficou satisfeita que algumas coisas não aconteceram, porque deu a eles um pouco mais de liberdade.

Em seu coração, você considera a sexta temporada como a última?
LAUREN Eu considero esta como nossa última temporada. Esta é um projeto autoral; não é algo que qualquer pessoa facilmente toma as rédeas. Meu chefe de Parenthood [Jason Katims] disse que estaria interessado em reunir o elenco, e metade das pessoas ficaram animadas e a outra metade ficou meio que “Ah, mas terminou tão bem, por que você faria isso?”. Simplesmente não tivemos isso acontecendo aqui.

Há um reboot ou revival a cada 20 segundos nos dias de hoje e há muita indignação com todos eles. Por que você acha que Gilmore Girls ficou imune?
LAUREN Não tem cara de que foi feita para ser um caça-níquel. Houve motivos artísticos aceitáveis para o retorno: Nossa criadora não concluiu.
ALEXIS Tanto tempo se passou que ninguém podia imaginar que isso acontecesse. Tivemos essa oportunidade, e foi como uma nova ideia para que os fãs pudessem ver a série de novo.

Kelly Bishop, Lauren Graham e Alexis Bledel Foto: Robert Voets/Netflix
Kelly Bishop, Lauren Graham e Alexis Bledel
Foto: Robert Voets/Netflix

Por que vocês acham que começa no inverno?
ALEXIS As festas de fim de ano são um bom momento para retomar essa história porque as famílias geralmente se reúnem nessa época.
LAUREN Eu sempre achei que fosse por causa da música da Carole King: “inverno, primavera, verão e outono.”
ALEXIS Ah, é verdade!

Nós reencontramos as Gilmore enquanto elas sofrem a perda do patricarca Richard [O ator Edward Herrmann faleceu em 2014]. Como seus personagens reagem à morte dele?
ALEXIS Rory está muito preocupada com Emily (Kelly Bishop). Ela quer ter certeza de que ela tem tudo de que precisa. Ela se apoia em Lorelai emocionalmente quando ela mesma está de luto. Não tenho certeza se ela percebe uma relação entre as coisas — mas como o funeral a traz de volta a Stars Hollow, ela simplesmente começa a reavaliar sua carreira e isso a reintegra à vida na qual ela cresceu.
LAUREN É pesado. Eu sempre penso que a Lorelai teve um desenvolvimento interrompido. Isso causa o maior questionamento: “O que estou fazendo aqui e por que certas coisas não progrediram?”. Isso afeta o relacionamento com sua mãe e seu relacionamento amoroso. Seu grande despertar tem tudo a ver com seu pai; é realmente a base para a jornada toda.

Rory e Lorelai passaram um bom tempo da série clássica lidando com amor e romance. Vocês acham que elas acreditam na “pessoa certa”?
LAUREN [Longa pausa] Si…m. Vou dizer sim. Para Lorelai.
ALEXIS Rory provavelmente pensa o mesmo. Acho que… sim?
LAUREN Mas o ponto forte principal delas é que elas têm a si mesmas e uma à outra. A série é um pouco feminista no sentido de que é ótimo que elas tenham um amor, mas tudo bem também se não tiverem. É o motivo pelo qual às vezes estranhamos quando perguntam “Qual team você é?”. É tipo: “Não importa”.

Mas os fãs são muito apegados aos namorados da Rory. Vocês acharam que a Rory ficaria com um dos ex no fim?
ALEXIS Eu nem pensei nisso! Eu ficava pensando no que ela tinha alcançado em sua carreira. [Lauren ri].

Aqui na EW é dividido. Eu acho que Lorelai não necessariamente fica com o Luke no fim; muitas pessoas acham que sim.
LAUREN Eu imaginei que eles estivessem juntos — eu só não sabia em que nível. A parte mais assustadora disso: É uma grande responsabilidade quando você tem pessoas que amam essa série do jeito que amam. Meu medo era: “Será que vai fazer jus à minha expectativa?” E mais do que isso: “Será que vai atender as expectativas e sonhos das pessoas que apoiaram a série ao longo dos anos?” E milagrosamente deu certo. Não importa quem está junto ou não, eu só quis que parecesse a série clássica.

E AS QUATRO PRIMEIRAS PALAVRAS SÃO…

A maioria das pessoas querem saber sobre a última risada, mas Lauren Graham estava mais interessada na primeira, que veio como cortesia em forma de soco na marca Goop da atriz Gwyneth Paltrow. “Eu apenas senti que era tão a cara da Amy e da Lorelai”, relembra Lauren. “Foi então que eu pensei ‘Vamos nos sair bem'”. Aqui, a criadora Amy Sherman-Palladino compartilha a primeiríssima página do roteiro do primeiro episódio, “Inverno” (leia aqui a tradução):

Entertainment Weekly / Cortesia de Amy Sherman-Palladino
Entertainment Weekly / Cortesia de Amy Sherman-Palladino
Leia outras notícias aqui. Siga, também, o #GGBR no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook, ouça nossas playlists no Spotify e se inscreva no nosso canal no YouTube.
  • Que emoção reviver isso tudo. Essa série é tão boa e marcou, e marca, tanto a minha vida que fico a cada dia mais ansiosa pelos quatro filmes. Imaginei esta primeira cena inteira, hahaha. É muito a cara das duas. É muito Gilmore. É muito amor. hahahaha Esse site é lindo! Obrigada! <3

  • Vanessa Reis

    Me senti abraçada pelo Olaf depois de ler essa entrevista! Quanta nostalgia!!

  • Relendo essa matéria e querendo chorar toda vez que leio sobre a morte do Richard :~~

  • nathy vitorino

    Genteeee esperando ansiosamenteee ja assisti o seriado completo umas três vezes…
    Conclui recentemente tentando olhar de outra perspectiva, sem ser a de fã louquissima rsrs que os melhores episódios são os primeiros…da pra sentir um misto de emoções marcantes!! melhor seriado S2 🙂